Secretária iletrada ganha uma fortuna…

A comunicação não é tarefa fácil, por ser tarefa simples: menos é mais (se algum dia eu tiver que desistir de toda e qualquer norma do bom design e ficar com apenas uma, será esta). Firula e rococó qualquer um faz, mas funcional e limpo, é para mestres, e em tempos de overdose de informações, “limpeza” é ouro!

Um exemplo do que não fazer em termos de comunicação pode ser visto na placa abaixo, que, mesmo sendo governamental, pode servir de lição para o que não fazer na iniciativa privada (aliás, o que nunca fazer). Independentemente da placa seguir normas legais (cfe edital, etc…), bom senso não se normatiza, e se algum dia baixarem um decreto-lei dizendo que está abolida a lei da gravidade, acredite: os objeto continuarão caindo.

Mas vamos à “obra”…

1) Ao invés de

EXECUÇÃO DE SERVIÇOS DE OBRAS DE REFORMA NOS PRÉDIOS 1 E 2 E PRÉDIO DA DIRETORIA DA FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS – FDRH
poderiam ter escrito
Reforma nos prédios 1, 2 e da diretoria da Fundação Para o Desenvolvimento de Recursos Humanos
percebam a diferença de espaço ocupado por uma e por outra opção, e quem paga para anunciar sabe que cada centímetro de espaço custa MUITO dinheiro… mas como espaço – e dinheiro – não é problema para governo algum, deixa assim mesmo…

2) Ao invés de
Valor da Obra: R$ 1.118,354,22
poderiam ter escrito
Valor: R$ 1.118.354,22
com vírgulas e pontos nos seus devidos lugares; e é absolutamente desnecessário dizer que é o valor “da obra”: é uma placa de obra, a placa está “grudada” na própria obra e, afinal, que diabos, cara pálida: seria o preço do pão de centeio, do quilo da bala jujuba, do novo processador da Intel?!?

3) Ao invés de
GOVERNO DO ESTADO
RIO GRANDE DO SUL
deveriam escrever
GOVERNO DO ESTADO
DO RIO GRANDE DO SUL
ou, ainda melhor,
Governo do Estado do Rio Grande do Sul

4) Como a ineficiência contamina, a própria empresa tocadora da obra entra no embalo e comete um dos equívocos mais comuns: os malditos “S.A.”, “LTDA.”…
A absolutamente ninguém interessa, em termos de marketing, se uma empresa é “SA”, “Limitada”, o que quer que seja (acredite: quem fecha negócios sabe exatamente qual empresa é o que). Deixem estas denominações para os contratos, para as Notas Fiscais, para tudo aquilo que não interessa à população em geral. Assim, ao invés de
Triedro Engenharia Construções e Avaliações Ltda.
deveriam utilizar apenas
Triedro Engenharia, Construção & Avaliação
obviamente em letras maiores ocupando o mesmo espaço e, portanto, mais visíveis.

Enfim, esta “Secretária” de Obras Públicas é meio iletrada, não?!? E ganha bem, assim mesmo, aposto… competitividade é tudo, né não?!?

Anúncios

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s