Ampliando o poder de fogo de suas redes

Conexão extra

O tradicional roteador acaba de virar um objeto bem mais simpático. O DIR-505, da D-Link, é uma versão enxuta do aparelho comum: ele acaba com os fios, não tem várias luzinhas e não precisa de uma base fixa. E com funções a mais: além de roteador, o produto pode ser usado também como repetidor e ponto de Wi-Fi.

Visualmente, parece um adaptador de tomada mais gordo. Para começar a usar, basta espetar numa entrada de dois pinos. Nesse sentido, o produto lembra bastante uma versão mais antiga da estação de Wi-Fi da Apple, o Airport Express, que também funcionava a partir da tomada elétrica.

Na parte superior do DIR-505, fica um botão em que você seleciona qual das funções quer usar. Se escolher roteador, terá de conectá-lo a um modem ou saída de conexão via cabo Ethernet (que já vem com o produto).
Para usar como ponto de Wi-Fi, não precisa do cabo. Ele encontrará a rede e, a partir daí, smartphones, tablets e notebooks na área poderão usufruir da conexão sem fio. Na entrada USB que existe na parte superior do DIR-505, também é possível inserir um modem 3G e compartilhar a rede.

Existe ainda um recurso bem útil nos modos roteador e Wi-Fi. Posicionando um pendrive na entrada USB e instalando um aplicativo (disponível para iOS e Android), usuários podem compartilhar arquivos, como vídeos, fotos e músicas entre tablets e smartphones (senti falta de uma versão do aplicativo que pudesse ser instalada em laptops). O recurso de compartilhamento também pode ser usado a partir de um HD externo (conectado via USB ou Wi-Fi). É como se ele criasse uma pequena nuvem local.

Já o modo replicador não permite compartilhamento. Ele serve apenas para ampliar o alcance de um sinal de Wi-Fi em determinado local.

Em resumo, o aparelho é não só uma boa solução para melhorar ou espalhar a conexão dentro de casa, mas também um ótimo companheiro de viagem, facilitando acessos em locais públicos, hotéis ou casas de outras pessoas.

O DIR-505, porém, nem sempre respondeu às tentativas de conexão logo de cara. Não sei se foi culpa do sinal de casa, mas isso não funcionou nas primeiras duas tentativas. Foi só depois de recorrer ao botão reset – e acioná-lo algumas vezes – que deu tudo certo.

O processo de instalação poderia também ser mais bem explicado. O manual tem apenas quatro folhas com instruções. A versão online descrita no manual só ajuda o usuários a configurar o aparelho no Windows (http://dlinkrouter). Caso você tenha Mac, é preciso entrar em outro endereço  http://dlinkrouter.local), que não é citado no manual.

– A entrada USB pode receber pendrive ou modem 3G. Arquivos podem ser trocados entre diferentes aparelhos

– Pela entrada LAN a conexão é feita com o modem ou rede de internet, através de um cabo Ethernet (incluso)

D-LINK DIR-505

PREÇO MÉDIO R$ 180
FUNÇÕES Roteador, repetidor e ponto de Wi-Fi
APLICATIVO D-Link SharePort para Android e iOS (para compartilhar arquivos de um pendrive ou HD externo)
ENTRADA LAN/Ethernet e USB
PESO 104 gramas
VELOCIDADE 100 Mbps (cabeado) e 150 Mbps (Wi-Fi)
DIMENSÕES 68 x 42 x 51 mm

27 de janeiro de 2013 – Por Camilo Rocha  – http://blogs.estadao.com.br/homem-objeto/conexao-extra/?doing_wp_cron=1361839243.6396970748901367187500

Anúncios

, ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: